Você está seguro no seu emprego atual?

Antigamente, nossos pais podiam fazer uma carreira sólida nas empresas, chegando a ficar 20, 30 anos e depois se aposentar. Mas os tempos mudaram e muito, a vida profissional atual virou uma panela de pressão, que a qualquer hora pode explodir. Diante deste cenário (gráfico – taxa de desemprego no Brasil), eu aposto que este ano você já deve ser ter perguntado: “será que eu estou seguro no meu emprego atual? ”. Em momentos de crise política e instabilidade econômica esse tipo de pensamento é mais comum do que você pensa, a insegurança profissional corre solta por todas as áreas de uma empresa.

 

grafico-emprego-atual

Ninguém gosta de ser pego de surpresa, especialmente por uma notícia de demissão ou de que a promoção de que você estava esperando há anos não virá. Isso acontece com muita gente especialmente porque as avaliações de desempenho e os feedbacks dos gestores não alertam os profissionais em relação ao que eles estão deixando a desejar na empresa ou simplesmente porque o funcionário não tem informação sobre o estado atual da empresa no mercado. Assim vale a pena parar e refletir alguns minutos sobre o quão seguro está o seu emprego atual.

 

Quando estamos empregados, normalmente somos enquadrados em três cenários:

 

  • A empresa acredita no seu trabalho e no seu potencial de crescimento, e como ela é bem estruturada e está em um bom momento no mercado, você receberá uma promoção.
  • A empresa não pode perder tempo e investir em funcionários que não dão os resultados desejados, portanto você será demitido para dar oportunidade a outras pessoas.
  • Você tem o controle da sua carreira profissional, e portanto se está descontente com o atual emprego, não terá problema em procurar uma oportunidade melhor no mercado de trabalho.

 

Se você acha que pode estar no segundo cenário, nós vamos te ajudar a ter certeza e indicar as próximas ações para tentar reverter a situação.

 

3 principais sinais informais de que seu emprego atual não está seguro

 

1- Reuniões

Um dos primeiros sinais é quando o seu gestor para de te chamar para as reuniões de metas e resultado da equipe. Caso isso aconteça, já fique em alerta para os próximos sinais.

2- Promoção

Um dos próximos sinais é o fato de os seus colegas de equipe começarem a receber promoções e darem um próximo passo em suas carreiras enquanto você continua em sua mesma posição sem melhorias.

3- Opinião

As opiniões em projetos também são indicadores de sua relevância perante aos gestores e a empresa. Assim, caso você pare de ser procurado para opinar sobre os assuntos em que você era referência. Comece a se mexer para descobrir o que está acontecendo.

 

infografico-emprego-atual

Como reverter à situação

 

Essa é a realidade da carreira profissional, por isso quando os sinais aparecerem, o primeiro passo é ir atrás do seu gestor para buscar um feedback. Com essas informações você pode agir e voltar a ser relevante para empresa antes que seja tarde demais.

Além disso, também é importante que você reflita sobre suas atitudes em relação ao seu próprio desenvolvimento profissional e qualificação. É imprescindível que você tenha em mente um planejamento de carreira pré-definido para que você sempre saiba onde quer chegar e como alcançar seus objetivos.

 

4 ações para reverter a situação

 

Capacitação

Estar sempre informado e cada vez mais se aperfeiçoar é uma ação constante em qualquer profissional que deseja ter uma carreira de sucesso. Assim, a capacitação é importante tanto pra quem está com problemas no emprego atual quanto para quem deseja alavancar sua carreira e receber uma promoção.

Disponibilidade

Esteja sempre presente e disposto a ajudar e ensinar outros funcionários. Saber trabalhar em grupo é uma característica importantíssima para qualquer profissional.

Especialização

Procure ser especialista e necessário em alguma área ou processo da empresa, de modo que você seja o único funcionário capacitado para realizar uma determinada tarefa.

Vista a camisa da empresa

Aja e trabalhe como dono da empresa! Quanto mais você se esforçar pelo sucesso da empresa, mais os seus gestores darão importância para você. Além disso, se for para fazer algo, faça sempre o melhor possível.

 

Me demitiram, e agora?

 

demissao-emprego-atual

 

Caso tenha sido tarde demais e você não tenha conseguido reverter a situação, o próximo passo é o momento da transição. Ou seja, é a oportunidade de você tomar as rédeas da sua carreira profissional. Primeiramente, foque em desenvolver um planejamento de carreira para decidir qual será seu foco e posteriormente qual objetivo você irá perseguir.

 

A TI Educacional está aqui para lhe ajudar, então separamos alguns passos que você pode seguir:

 

  • Considere os segmentos em que deseja atuar;
  • Considere as empresas em que quer trabalhar;
  • Procure saber quais áreas de atuação estão sendo mais valorizadas e possuem salários mais competitivos;
  • Elabore um currículo adequado;
  • Invista em novas formações e capacite-se de acordo com os requisitos do mercado em que deseja entrar;
  • Sempre construa e alimente um bom networking para que em casos de necessidade você possa encontrar mais oportunidades relevantes.

 

Recapitulando…Neste artigo você aprendeu:

 

  • Cenários dos empregados brasileiros
  • 3 principais sinais de que você não está seguro no emprego atual.
  • 4 ações para reverter a situação
  • O que fazer depois que você foi demitido?

 

Se você gostou da leitura, compartilhe com os seus amigos. E não se esqueça de comentar como você está se sentindo no seu emprego atual. Nós estamos à disposição para ajudar.

1

versao-4

 

Trackback de seu site.

Murilo Cherighim

Formando em Publicidade, Propaganda e Marketing no Mackenzie, Murilo Cherighim é Head de Growth Hacking. Possui grande conhecimento na área de mídias pagas, SEO e Inbound Marketing, certificado pela Hubspot e Rock Content. Além disso, Murilo acompanha de perto o mundo do empreendedorismo e sonha ter sua própria empresa

TIEducacional

Atuando no mercado desde 2006, a TI Educacional é empresa especialista em cursos ERP, formada por profissionais de Tecnologia da Informação e Educação e arquitetada pelo empresário Ernesto Haberkorn, referência em gestão e visão de negócios em software de gestão.